Bondes só voltam à serra no fim de 2018

Os bondes que fazem viagens turísticas entre Campos do Jordão e Santo Antonio do Pinhal ficarão sem circular até o fim de 2018. A informação foi dada pela EFCJ que […]

Os bondes que fazem viagens turísticas entre Campos do Jordão e Santo Antonio do Pinhal ficarão sem circular até o fim de 2018. A informação foi dada pela EFCJ que fará uma série de reparos preventivos nos Kms 22 e 36 da ferrovia. Será implementado um pacote de ajustes para tornar mais seguro os deslocamento nesses trechos e no restante da serra. Já o tráfego de bondes entre o Capivari e o Portal não será afetado.

As intervenções no trecho de serra se concentrarão no km 22, próximo à Parada Cacique (local que revela o visual sobre o Bairro do Lageado). Esse ponto ganhará canaletas de drenagem, além de  trilhos e dormentes novos.  Também haverá melhorias na fixação dos dormentes aos trilhos. O outro lote de intervenções ocorrerá no Km 36, perto da estação Piracuama em Pindamonhangaba.

A EFCJ também divulgou boas notícias referentes aos bondes de subúrbio e a Maria Fumaça. Em processo de reforma, o A-6 (fabricado em 1930) já está com a carroceria recuperada e foram instalados bancos novos com acabamentos em verniz. O teto também foi reformado e os cabos elétricos trocados. A parte mecânica também foi inteiramente revisada e o bonde voltará a circular no primeiro semestre de 2018.

O vagão que ficava em frente à Secretaria de Turismo também será reformado e colocado para exibição junto ao antigo prédio da Estação Emílio Ribas. Há planos também de fazê-lo circular nas datas comemorativas.

Já a Maria Fumaça apresentou um problema na caldeira. A direção da EFCJ decidiu então fazer uma reforma completa da locomotiva. Trata-se de um trabalho complexo que deverá se estender por todo o ano de 2018 e ainda não dá para se estimar quando a restauração estará concluída.

(Roberto Bretanha)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *